Procedimentos

Trauma de Face

O que é Trauma de Face?

Os Traumas de Face são considerados todos os traumatismos na região da face, sendo eles superficiais (pele, gordura, músculos), profundos (ossos, nervos e grandes vasos) ou complexos (olhos, nariz, cérebro, via aérea).

Quais são as principais causas de Trauma de Face?

A causa mais freqüente de fraturas e ferimentos faciais graves é o acidente automobilístico. Outras causas incluem traumas no esporte, agressões físicas, acidentes em casa e no trabalho, ferimentos por arma de fogo, entre outras.

Quais são as principais lesões da face?

  • Ferimentos simples da face (pele, gordura e músculos);
  • Lacerações de estruturas importantes (lábios, nariz, pálpebras e orelhas);
  • Lacerações com perda de tecido;
  • Lacerações envolvendo estruturas profundas (nervos, ductos de saliva e lágrima);
  • Fraturas do nariz;
  • Fraturas dos maxilares e órbita;
  • Lesões craniofaciais (crânio, base do crânio e esqueleto facial).
  • Lacerations involving loss of tissue

Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico é feito pelo exame físico dos ferimentos e, nos casos de suspeita de fratura, deve se associar a tomografia computadorizada.

Quais são os principais objetivos do tratamento do Trauma de Face?

O primeiro passo no tratamento é garantir a vida do paciente. O médico deve garantir que o paciente esteja respirando bem e sem lesões graves que podem levar a morte rapidamente (como hemorragias severas e lesões de órgãos vitais).
Em seguida, o tratamento objetiva corrigir as lesões que foram causadas pelo trauma (devolvendo a forma e a função na medida do possível) e prevenir seqüelas (como cicatrizes anti-estéticas, retrações, alteração na visão, má-oclusão e deformidades faciais).

Como é realizada a cirurgia do Trauma de Face?

A maioria dos ferimentos simples na pele pode ser tratada com anestesia local, limpeza da lesão e sutura.
As fraturas da face e lesões complexas são tratadas sob anestesia geral. Os ossos quebrados são restaurados utilizando-se, geralmente, mini-placas e parafusos de titânio (que são biocompatíveis e não sofrem rejeição).

Quais são os possíveis riscos e complicações?

O risco depende da gravidade do trauma e das condições clínicas do paciente. Traumas leves normalmente não trazem nenhuma complicação e alcançam-se resultados extremamente satisfatórios. Hematomas são comuns e raramente necessitam drenagem.
Em traumas graves pode ser necessário adiar o tratamento até o paciente esteja estável e não é incomum ser necessário mais de uma intervenção para melhorar o resultado.

Quais são os cuidados no pós-operatório?

A permanência no hospital e a evolução pós-operatória variam segundo a gravidade dos ferimentos. Na maioria dos casos de fraturas de face os pacientes retornam as suas atividades habituais com 15 dias. Os pontos são retirados com 10 a 15 dias.

Palavras do Dr. Lucas sobre sua filosofia para o tratamento do Trauma de Face.

Nenhuma outra parte do corpo é tão evidente, única ou esteticamente significativa como a face. Para muitas pessoas, o Trauma de Face traz questões de auto-imagem e auto-estima para o primeiro plano, por isso eu trato as lesões nesta área com muita atenção e cuidado. Infelizmente, em certos casos algum grau de cicatriz é inevitável, mas fazemos de tudo para minimizar o impacto visual das lesões faciais e as cirurgias necessárias para tratá-las.
O ponto principal é a prevenção de acidentes. Nunca devemos nos esquecer de usar cinto de segurança, capacete e todo equipamento de proteção possível. O uso de equipamentos de proteção adequados na pratica esportiva e a obediência das normas de segurança no trabalho são outras medidas preventivas eficazes. E por fim, não falar no celular quando estiver dirigindo.